DIUZON Injetável 10ML

R$: 22.05

5% de desconto para produtor rural

Pesquisar Cep




Informações


DESCRICAO Diuzon* Solução Injetável é a combinação de uma marcada ação diurética da triclormetiazida, com uma potente ação antiinflamatória da dexametasona. A combinação da triclormetiazida com a dexametasona reduz o edema fisiológico do parto, da glândula mamária das vacas leiteiras, porcas, cabras e ovelhas. BULA FÓRMULA: Cada 100 mL contém: Triclormetiazida......................................................1,0 g Dexametasona (acetato)..................................... 0,05 g Veículo q.s.p. ..................................................100,0 mL ATENÇÃO: OBEDECER AOS SEGUINTES PERÍODOS DE CARÊNCIA: BOVINOS E CAPRINOS: LEITE - O LEITE DOS ANIMAIS TRATADOS COM ESTE PRODUTO NÃO DEVE SER DESTINADO AO CONSUMO HUMANO ATÉ 03 DIAS APÓS A ÚLTIMA APLICAÇÃO. A UTILIZAÇÃO DO PRODUTO EM CONDIÇÕES DIFERENTES DAS INDICADAS NESTA BULA PODE CAUSAR A PRESENÇA DE RESÍDUOS ACIMA DOS LIMITES APROVADOS, TORNANDO O ALIMENTO DE ORIGEM ANIMAL IMPRÓPRIO PARA O CONSUMO. AÇÃO: Atriclormetiazida exerce seu efeito diurético nos túbulos renais, reduzindo a reabsorção Na+ e Cl-, aumentando deste modo a excreção de Cloreto de Sódio e Água e diminuindo a excreção do Potássio e Bicarbonato. É através deste mecanismo de ação que a triclormetiazida age reduzindo o acúmulo de líquidos em tecidos (edema). O acetato de dexametasona é um análogo sintético da prednisolona, porém com uma maior ação terapêutica anti-inflamatória e efeitos metabólicos diversos. Diuzon® Solução Injetável é a combinação de uma marcada ação diurética da triclormetiazida, com uma potente ação anti-inflamatória da dexametasona. A combinação da triclormetiazida com a dexametasona reduz o edema fisiológico do parto, da glândula mamária das vacas leiteiras, porcas, cabras e ovelhas. POSOLOGIA E MODO DE USAR: Bovinos, Suínos, Caprinos e Ovinos: Aplicar de 10 a 20 mL, por via intramuscular, de acordo com a severidade do caso, podendo a dose ser repetida, conforme orientação do Médico Veterinário. Normalmente a resposta ao tratamento é obtida de 24 a 48 horas após o início do mesmo. Caso a resposta não seja favorável em 3 dias, submeter o animal a uma nova avaliação clínica. As alterações na posologia e modo de usar poderão ser efetuadas conforme orientação do Médico Veterinário. • É recomendável que o Médico Veterinário associe uma terapia antibacteriana, caso ocorra ou seja preexistente uma infecção bacteriana associada ao edema. • Deve-se respeitar as recomendações gerais para o uso de produtos por via intramuscular como as de assepsia do material e desinfecção local. • O uso inadequado e dosagens altas de triclormetiazida por um período longo de tempo podem produzir depleção eletrolítica. • Não aplicar em animais com séria disfunção renal. • Não aplicar nas infecções por vírus, no estágio virêmico. • Não aplicar em cabras e ovelhas prenhes. • Não usar no último trimestre da gestação. Os corticosteróides podem provocar o aparecimento de sinais de parto se aplicados no último trimestre da gestação ou anteciparem o parto se aplicados durante os últimos 30 dias da gestação.

ACPCCP
farmácia atendimento